10% off na primeira compra! Use o voucher primeiracompra

Seja bem vindo

Se você já possui cadastro na nossa loja, informe abaixo seus dados de login para entrar

Cód. Produto: 9789724427270

Que é a Propriedade? Ou Investigações Sobre o Princípio do Direito e do Governo - POD

Autor(es):
Editora:
119 95.2
ou 6x de 15.87

Calcule o frete e o prazo

loader
Tipo de entrega Entrega* Valor

* O prazo de entrega inicia-se no 1º dia útil após a confirmação do pagamento. Informações referentes apenas para 01 unidade deste item.

A propriedade é um roubo! Eis a grande tese deste clássico do pensamento político e a bíblia do anarquismo. Publicado em 1840, foi duramente criticado por Marx, que, no entanto, reconheceu nele o manifesto do proletariado francês , admitindo, ao mesmo tempo, que a obra o havia convencido da necessidade de abolir a propriedade privada. Precursor do socialismo científico, defensor do federalismo, Proudhon iniciou com este livro um ataque à propriedade, vendo nela a raiz da ganância, da corrupção, da tirania, da divisão social e da violação da lei natural. Para Proudhon, se a capacidade produtiva de um coletivo é superior à soma da capacidade produtiva de cada trabalhar individual, mas o trabalhador individual recebe apenas o equivalente ao que teria produzido se trabalhasse dissociado da força coletiva de produção e o capitalista embolsa o excedente, então a propriedade privada dos meios de produção é a causa manifesta da espoliação do trabalhador e deve ser por este combatida. De 1840 para cá, muita coisa mudou, mas a questão de saber como repartir a mais-valia decorrente da divisão do trabalho continua a ser a questão essencial da economia e da justiça social.
Autor(es):
Pierre-joseph Proudhon
Dimensões:
21,0cm x 13,0cm x 1,9cm
Páginas:
346
Acabamento:
Brochura
ISBN:
9789724427270
Código:
9789724427270
Código de barras:
9789724427270
Edição:
1ª Edição
Data de Lançamento:
01/11/2023
Coleção:
Biblioteca de Teoria Política
Peso:
450
  • Informações do produto Seta - Abrir
    A propriedade é um roubo! Eis a grande tese deste clássico do pensamento político e a bíblia do anarquismo. Publicado em 1840, foi duramente criticado por Marx, que, no entanto, reconheceu nele o manifesto do proletariado francês , admitindo, ao mesmo tempo, que a obra o havia convencido da necessidade de abolir a propriedade privada. Precursor do socialismo científico, defensor do federalismo, Proudhon iniciou com este livro um ataque à propriedade, vendo nela a raiz da ganância, da corrupção, da tirania, da divisão social e da violação da lei natural. Para Proudhon, se a capacidade produtiva de um coletivo é superior à soma da capacidade produtiva de cada trabalhar individual, mas o trabalhador individual recebe apenas o equivalente ao que teria produzido se trabalhasse dissociado da força coletiva de produção e o capitalista embolsa o excedente, então a propriedade privada dos meios de produção é a causa manifesta da espoliação do trabalhador e deve ser por este combatida. De 1840 para cá, muita coisa mudou, mas a questão de saber como repartir a mais-valia decorrente da divisão do trabalho continua a ser a questão essencial da economia e da justiça social.
  • Especificações Seta - Abrir
    Autor(es):
    Pierre-joseph Proudhon
    Dimensões:
    21,0cm x 13,0cm x 1,9cm
    Páginas:
    346
    Acabamento:
    Brochura
    ISBN:
    9789724427270
    Código:
    9789724427270
    Código de barras:
    9789724427270
    Edição:
    1ª Edição
    Data de Lançamento:
    01/11/2023
    Coleção:
    Biblioteca de Teoria Política
    Peso:
    450