10% off na primeira compra! Use o voucher primeiracompra

Seja bem vindo

Se você já possui cadastro na nossa loja, informe abaixo seus dados de login para entrar

Cód. Produto: 0000031383

Direito Ilegítimo e Positivismo

Autoridade, Razão e Prática Social em Joseph Raz

Autor(es):
Editora:
169
ou 6x de 28.17

Calcule o frete e o prazo

loader
Tipo de entrega Entrega* Valor

* O prazo de entrega inicia-se no 1º dia útil após a confirmação do pagamento. Informações referentes apenas para 01 unidade deste item.

Qual é o limite para a imoralidade do Direito? Quando podemos dizer que um agente público excede os limites de seus poderes, de modo a esvaziar sua autoridade, perdendo o caráter obrigatório dos seus comandos e diretrizes? Este é um amplo debate na Teoria do Direito sendo que cada grande autor e autora expôs sua opinião a respeito. Porém, nem sempre eles se entendem bem. É como se esses filósofos e filósofas usassem as mesmas palavras para discutir sobre coisas diferentes. Em certa medida, esse é o argumento que Rubens Glezer avança nesta obra. O livro começa com uma sistematização, ousada e inédita, do pensamento de um dos principais filósofos contemporâneos da Teoria do Direito, Joseph Raz; reconhecido por sua reflexão singular sobre a autoridade do direito. Após sair dessa imersão no pensamento de Raz, o livro explora as grandes dificuldades desse autor ser compreendido por seus principais interlocutores, como Dworkin, Patterson, Himma e outros. Ao final, revela que tanto mal-entendido está ligada ao fato de terem concepções muito diferentes do que significa reconhecer que o Direito é uma 'prática social'. Uma divergência desapercebida entre eles que, uma vez revelada, abre novos rumos para pensar os limites da autoridade do direito.
Autor(es):
Rubens Glezer
Dimensões:
23,0cm x 16,0cm x 0,9cm
Páginas:
170
Acabamento:
Brochura
ISBN:
9786556278117
Código:
0000031383
Código de barras:
9786556278117
Edição:
1ª Edição
Data de Lançamento:
01/04/2023
Coleção:
Teoria e História do Direito
Peso:
300
  • Informações do produto Seta - Abrir
    Qual é o limite para a imoralidade do Direito? Quando podemos dizer que um agente público excede os limites de seus poderes, de modo a esvaziar sua autoridade, perdendo o caráter obrigatório dos seus comandos e diretrizes? Este é um amplo debate na Teoria do Direito sendo que cada grande autor e autora expôs sua opinião a respeito. Porém, nem sempre eles se entendem bem. É como se esses filósofos e filósofas usassem as mesmas palavras para discutir sobre coisas diferentes. Em certa medida, esse é o argumento que Rubens Glezer avança nesta obra. O livro começa com uma sistematização, ousada e inédita, do pensamento de um dos principais filósofos contemporâneos da Teoria do Direito, Joseph Raz; reconhecido por sua reflexão singular sobre a autoridade do direito. Após sair dessa imersão no pensamento de Raz, o livro explora as grandes dificuldades desse autor ser compreendido por seus principais interlocutores, como Dworkin, Patterson, Himma e outros. Ao final, revela que tanto mal-entendido está ligada ao fato de terem concepções muito diferentes do que significa reconhecer que o Direito é uma 'prática social'. Uma divergência desapercebida entre eles que, uma vez revelada, abre novos rumos para pensar os limites da autoridade do direito.
  • Especificações Seta - Abrir
    Autor(es):
    Rubens Glezer
    Dimensões:
    23,0cm x 16,0cm x 0,9cm
    Páginas:
    170
    Acabamento:
    Brochura
    ISBN:
    9786556278117
    Código:
    0000031383
    Código de barras:
    9786556278117
    Edição:
    1ª Edição
    Data de Lançamento:
    01/04/2023
    Coleção:
    Teoria e História do Direito
    Peso:
    300